SSD SomnAmbulist: Análise


Created on 05 Dec, 2022
Revision of 08 Dec, 2022
3 views
Maintainer:
Angry Review

Resumo

No começo de 2022 comprei o SSD mais barato que encontrei, um SomnAmbulist[1] de 120GB. Fiz diversos testes e benchmarks, e ele passou em todos.
Assim que substituí o velho HDD por esse novíssimo SSD ficou evidente a melhoria de desempenho nas atividades cotidianas. Gostei tanto do resultado que logo depois fiz outra encomenda: dessa vez um SSD Goldenfir de 500GB.

[1]: SomnAmbulist = Sonâmbulo em português. Dá pra levar a sério um SSD que é chamado de sonâmbulo?

Dúvida

Com o preço dos SSDs despencando, não dava mais pra empurrar a oportunidade de substituir aquele HDD velho por uma tecnologia mais nova. A dúvida que ficava era:

  • Será que eles são mesmo confiáveis pra armazenar dados?
  • Será que a melhoria de velocidade será tão significativa quanto se lê por aí?
  • Será que eles têm uma boa durabilidade?
  • Será que eles dão muito bug?

Por mais que exista uma pilha de análises elogiando cada um desses pontos, só tem um jeito mesmo de ter certeza: comprar um e testar você mesmo.

Compra

Pra começar a brincadeira, no começo de 2022 encomendei o SSD mais em conta que encontrei: um SSD SomnAmbulist de 120GB. Na verdade o mais barato era de 60GB, mas a diferença de preço era tão pequena que compensava ir logo pro de 120GB. Os anúncios não poderiam ser melhores, consigo até ver alguns memes:

  • Libere o potencial do seu computador.
  • É a hora de se livrar do velho disco rígido e mudar pro SSD.
  • Inicialização e aplicativos mais rápidos.
  • Sistema anti-vibração: não há peças móveis, boa performance sísmica.
  • Boa qualidade e baixo preço.
  • Upgrade econômico e fácil de configurar.
  • Projeto de alto TBW e longa vida útil.

É uma pena que todo esse empenho na elaboração dos anúncios não seja visto na apresentação das especificações técnicas. Parâmetros importantes como o TBW não são divulgados. Aqui é tudo na base do conta gotas:

  • Modelo: CSSD007-LT
  • Controladora: 2259XT
  • Interface: SATA III 6Gbps
  • Máx Leitura Seq.: 550 MB/s
  • Máx Escrita Seq.: 500 MB/s
  • Aplicação: Desktop, Laptop, Servidores
  • Nand Flash: 3D TLC
  • MTBF: 1,5M horas
  • Capacidade: 120GB
    1 MB = 1000KB, 1G = 1000 MB

Até mesmo o screenshot do AS SSD Benchmark e do Crystal Disk Mark tem marcas dessa falta de empenho Chinês. Um está em Alemão e outro com caracteres do Mandarim(?). Além disso não tem benchmark pro modelo específico de 120GB, vai então o de 240GB:

Apesar do principal número de marketing ser a velocidade sequencial de 550MB/s pra leitura e 500MB/s pra escrita (num HDD típico é 100MB/s), o que realmente impacta no dia a dia é a drástica redução no tempo de acesso (Zugriffszeit no AS SSD Benchmark). Num HDD típico o tempo de acesso é 15~20ms, enquanto que nesse SSD é de 0,037~0,167ms!

Finalmente, depois de uns 30 dias chegou o produto:

Será que o sonâmbulo vai acordar?

Testes e Benchmarks

Teste de Capacidade

O primeiro teste é verificar se o SSD realmente tem a capacidade anunciada de 120GB. Lembrando que, de acordo com o anunciante, esses 120GB estão em aritmética decimal enquanto que o sistema operacional usa aritmética binária. Fazendo a devida conversão, então a expectativa é ver uma capacidade de 111GB:

F3 probe 8.0
Copyright (C) 2010 Digirati Internet LTDA.
This is free software; see the source for copying conditions.

WARNING: Probing normally takes from a few seconds to 15 minutes, but
         it can take longer. Please be patient.

Good news: The device `/dev/sda' is the real thing

Device geometry:
             *Usable* size: 111.79 GB (234441648 blocks)
            Announced size: 111.79 GB (234441648 blocks)
                    Module: 128.00 GB (2^37 Bytes)
    Approximate cache size: 0.00 Byte (0 blocks), need-reset=no
       Physical block size: 512.00 Byte (2^9 Bytes)

Probe time: 7.38s
 Operation: total time / count = avg time
      Read: 93.4ms / 4817 = 19us
     Write: 6.36s / 4192321 = 1us
     Reset: 0us / 1 = 0us

Até aqui tudo certo, de fato tem 111GB de capacidade utilizável.

Teste de Performance

O segundo teste realizado foi um benchmark rápido de performance:

  • Média de Leitura: 420 MB/s
  • Média de Escrita: 420 MB/s
  • Média de Tempo de Acesso: 0,14 ms

Conclusão:

  • Velocidades de leitura e escrita estão um pouco abaixo do anunciado, mas ainda assim dentro do meu aceitável.
  • Tempo de acesso de acordo com o anunciado.

O terceiro teste é um pouco mais demorado e serve pra comparar com as medidas do Crystal Disk Mark apresentadas no anúncio:

Praticamente todas as velocidades estão abaixo do anúncio. Não é uma diferença absurda, mas também não é desprezível. Usuários mais exigentes certamente irão questionar.

Eu, por outro lado, fico satisfeito ao ver que a performance está significativamente superior a de um HDD típico.
Nada mal pra um sonâmbulo!

Teste Longo de Escrita

Esse quarto teste é consideravelmente mais demorado que os demais. Aqui serão escritos uma grande quantidade de dados no SSD até a velocidade cair drasticamente:

Note que nesse caso foram escritos 42GB quando de repente a velocidade despencou. Esse é um comportamento normal dos SSDs e está relacionado ao cache interno lotado. Basta deixar o SSD em idle por alguns minutos que automaticamente ele se recupera:

Passados alguns minutos, realmente as velocidades se recuperaram. No entanto, após copiar meros 13GB, as velocidade voltaram a despencar. Novamente, esse é um comportamento normal. Basta fazer um TRIM pra voltar ao normal:

Note que as velocidades voltaram ao normal, inclusive despencando novamente após 42GB de dados escritos.
Isso é um indicativo de que tanto o firmware quanto o hardware desse SSD estão funcionando corretamente.

Teste de Inicialização do Sistema e de Aplicativos

Depois dessa longa e bem sucedida bateria de testes, chegou a hora de instalar o sistema operacional e verificar se realmente o boot fica mais rápido.
Curiosamente, já na instalação fica visível a melhoria: a instalação fica muito mais rápida.
De fato todos os vídeos na web mostrando como o boot fica mais rápido estavam corretos, aqui comigo não foi diferente.

Aliás, não só o boot, abrir documentos e usar o navegador também ficaram mais rápidos.

Conclusão

  • O SSD SomnAmbulist passou nos testes de capacidade e performance, apesar dos anúncios terem inflado ligeiramente a velocidade de transferência:

    Anúncio Medido
    Leitura Seq. 550 MB/s 420 MB/s
    Escrita Seq. 500 MB/s 420 MB/s
    Tempo de Acesso 0,037~0,167 ms 0,14 ms
  • Consegue manter essas velocidades até ≈42GB de escrita, depois é preciso fazer um TRIM.

  • Não foi feito testes de durabilidade nem de confiabilidade. E a única informação pertinente divulgada nos anúncios é que MTBF = 1,5M horas. Pra comparação, SSDs industriais têm MTBF = 2~5M horas enquanto que HDDs costumam ter MTBF = 0,1~1,5M horas.
    Portanto, tenha cautela se for usá-lo para guardar dados importantes.

O SSD SomnAmbulist é uma boa opção de upgrade de HDDs antigos. Certamente o usuário sentirá uma melhoria significativa no desempenho de atividades cotidianas (ex: navegar na web, abrir/salvar documentos, carregamento de jogos, ...).


Leitura Adicional

SSD Goldenfir: Análise

Comments  •  0