Lula – A Lenta Agonia


Created on 02 Apr, 2024
Last Update on 02 Apr, 2024
Maintainer
pior_naum_fica

Uma semana após a manifestação convocada por Bolsonaro em 25 de fevereiro de 2024. O Brasil está completamente mudado. Acordou com uma nova cara.

Finalmente o 3º mandato de Lula está terminando. Ninguém estava mais aguentando tanta bobagem. Lula já passou para a história como o presidente mais malquisto. Oh, que tinha vários concorrentes ao título. Mas Lula ganhou com muita bravura.

Lula procura desesperadamente apoio para o seu governo. E não encontra em lugar nenhum. Até nos países comunistas da América Latina já não encontra apoio. Todos o evitam. Fazem de conta que o escutam e depois lhe dão as costas.

Lula parece cada vez mais o Rei Lear de Shakespeare. Um rei sem poder. Abandonado por quase todos. Os últimos, provavelmente, serão os socialistas de Portugal, que temem um governo de direita no Brasil. Portugal sempre démodé.

Faltam-lhe amigos, falta tudo. Até a imprensa esquerdista lhe está fugindo. Lula finge que está governando. É um presidente de faz de conta. As brigas entre os esquerdistas já começaram. Todo mundo quer fazer o último saque antes de abandonar o barco, que está afundando. O 3º governo Lula não chega às eleições de outubro de 2024. Lá o PT será só uma sombra do passado.

Lula fez vários acordos, que sabe que não vai cumprir, mas é preciso tentar manter as aparências. Se transformou num burguês decadente, que não paga mais as contas. Tudo são só aparências. O triste fim dos esquerdistas, que não mais conseguem se sustentar do estado.

Lula foge de tudo, principalmente da sua consciência. Os brasileiros não o querem mais como presidente. É um cachorro velho, que não quer largar o seu osso de jeito nenhum.

Logo o Supremo Tribunal Federal também não vai mais seguir as suas ordens. Vai tentar fingir que é independente. Todos perceberam que ficar ao seu lado vai ser o fim. É uma debandada geral.

Mais um pouco, nem a Hora do Brasil vai querer entrevistá-lo.

De um lado, um Brasil que cresce vigorosamente, do outro, um governo que se recusa a deixar o poder. E um Congresso que não sabe o que fazer. O Brasil vive uma encruzilhada. O final de ciclo das esquerdas no poder virou história. Daqui para frente só lembranças de um governo que já passou.


Replies

Comments