Gugu Liberato: Acidente e Falecimento


Created on 27 Nov, 2019
Revision of 01 Oct, 2022
170 views
Maintainer:
Famosos

O Acidente

Gugu havia viajado à Orlando para passar cinco dias de folga com a família. Cerca de 30 minutos depois de chegar em sua residência, subiu no sótão pra tentar regular a temperatura do ar condicionado que estava gelando muito. Gugu era conhecido por fazer pequenos reparos e atividades domésticas no seu dia a dia.

No entanto, as construções no Brasil são muito diferentes das construções nos Estados Unidos. No Brasil o piso do sótão costuma ser de laje de concreto, enquanto que nos EUA são placas de gesso (drywall), espuma e vigas de madeira. Mais ainda, não costuma ser previsto nos sótãos dos EUA suportar pessoas.

Profissionais do setor têm a prática de apoiar apenas nas vigas de madeira. No entanto, Gugu não tinha essa informação. Não se sabe exatamente o que aconteceu, mas o gesso cedeu, abrindo um buraco de ±50cm diâmetro, e o Gugu caiu um andar para baixo:

A queda foi de aproximadamente 4 metros de altura:

É esperado que, um adulto caindo em pé dessa altura, frature membros e/ou bacia, mas não um traumatismo craniano. A cabeça dele pode ter batido em dois momentos: no orifício que se fez no drywall e/ou na pilastra que estava no andar de baixo. Tendo em vista que havia fios de cabelo e sangue na pilastra, então ali foi um momento do impacto da cabeça dele. Isto possivelmente causou a inconsciência e o levou a não se defender adequadamente na queda.

No momento do acidente sua companheira, a médica Rose Miriam Di Matteo, e seus três filhos estavam em casa. Ao ouvir o barulho, Rose foi a primeira a se aproximar e prestar os primeiros socorros, tentando liberar as vias aéreas. Inicialmente considerou-se em levá-lo de carro para o hospital mas, depois de uma reflexão mais racional, optou-se pelo serviço de emergência. A ligação foi feita pelo primogênito e em 5 min chegou o resgate.

Enquanto os detalhes da queda ainda não haviam sido completamente divulgados, diversos boatos entraram em circulação. Exemplos:

  • Gugu estava colocando enfeites (ou árvore) de Natal na área externa (ou no telhado) de sua casa [1]:

  • Gugu foi arrumar um ar condicionado que estava no sótão para dar passagem à enfeites de Natal.

  • Subiu no sótão pra trocar o filtro do ar condicionado que não estava funcionando.

  • O impacto foi agravado por ter batido a cabeça com força na quina de um móvel (ou escada de ferro).

  • Os dois lados da cabeça foram lesionados.

Local do Acidente

O apresentador havia comprado a casa, que fica em um condomínio de luxo, há cerca de quatro meses. A casa de 630 m2 foi vendida por aproximadamente R$ 6,7 milhões. O site da imobiliária descreve a área externa como:

um oásis privativo com uma encantadora piscina de água salgada, equipada com spa, cozinha e uma lareira a gás

A propriedade possui dois andares, seis quartos, sete banheiros e diversos outros atrativos, que incluem sala de estar com lareira, uma cozinha gourmet com bancada de granito e janelas que dão vista para um lago e uma fonte, e um pé direito bem alto. Ainda há quartos com banheiros privativos, um escritório e uma sala usada como academia.

Antes, a residência da família ficava em Celebration, cidade perto de Orlando. A casa nova, no bairro de Windermere, fica perto da primeira (≈35km). A mudança foi por causa da educação dos filhos, apenas 5 min de carro até o colégio. E era ali que Gugu planejava desacelerar sua vida agitada que vivia no Brasil.


Residência de Gugu Liberato, bairro de Windermere, Orlando/FL, EUA

Internação Hospitalar

O serviço de emergência chegou rapidamente. Mas o trajeto até o hospital não é curto. Foram 27 minutos.


Orlando Health Medical Center, Florida, EUA

Com a queda, Gugu teve uma fratura grave no osso temporal direito. Isso causou uma hemorragia traumática e o sangramento se espalhou ao redor do cérebro:

No hospital foi constatado nível 3 na escala Glasgow. Essa escala mede a atividade cerebral e vai de 3 até 15. Isso significa que a atividade cerebral de Gugu já era crítica quando ele chegou ao local. Em situações dessa gravidade, a maioria dos protocolos internacionais recomendam a não intervenção cirúrgica. Caso contrário, medidas "heroicas" tendem a aumentar a chance de óbito ou estado vegetativo persistente.

Inicialmente ele tinha alguma atividade respiratória e, portanto, ainda não era morte encefálica. No entanto, o quadro se deteriorou rapidamente e os exames subsequentes comprovaram isso. Depois de seis horas, foi confirmada a morte encefálica. Não havia mais atividade cerebral. As leis americanas não exigem, mas os médicos fizeram ainda uma angiografia, que detectou que não havia mais fluxo de sangue para o cérebro.

Familiares e o diretor Homero Salles, embarcaram às pressas na manhã de quinta-feira (21) para Orlando. A mãe, Maria do Céu Moraes Liberato, de 90 anos, e o irmão, Amandio Liberato, chegaram lá por volta de 16h (horário local).

Maria do Céu chegou na recepção do hospital amparada de cadeira de rodas junto com o filho (irmão do Gugu). Os netos já a aguardavam no local, tendo sido uma cena muito comovente de reencontro de família. Maria do Céu foi constantemente vista com as mãos na cabeça, em estado de choque. O filho mais velho de Gugu, João Augusto, também precisou ser amparado na porta do hospital.

Segundo leis locais, João Augusto, filho mais velho do apresentador, com 18 anos, é a pessoa que tem o poder de tomar decisões sobre o tratamento médico na impossibilidade do próprio paciente decidir. Como Rose e Gugu não têm a união oficializada, legalmente ela não pode tomar decisões sobre o tratamento.

Enquanto um boletim oficial não foi divulgado, diversos comunicadores anteciparam a morte de Gugu, causando polêmica. Exemplo:

  • Segundo uma fonte do colunista Amaury Jr., o estado de Gugu Liberato é considerado irreversível e a esposa, Rose Miriam Di Matteo, chegou a desmaiar ao saber da gravidade do caso.

A morte do apresentador Gugu Liberato foi confirmada na sexta-feira (22) às 21h06, horário de Brasília, pela assessoria de comunicação do apresentador sob autorização da família. Era desejo de Gugu que todos os seus órgãos fossem doados e a família atendeu. A equipe médica americana informa que eles podem ajudar até 50 pessoas.

Comunicados

No primeiro comunicado não foi mencionado a gravidade do acidente. A impressão que passou é que não se tratava de um acidente grave:

21/11/2019 às 16h15m
COMUNICADO

Informamos que nesta quarta-feira, 20, o apresentador Gugu Liberato sofreu um acidente em sua casa em Orlando e encontra-se internado em observação por 48 horas.

Voltaremos a informar assim que um boletim médico for emitido e contamos com todos os amigos da imprensa.

Esther Rocha
Assessoria de Comunicação Gugu Liberato

Um segundo comunicado foi lido na íntegra por William Bonner na penúltima matéria do Jornal Nacional da Rede Globo:

22/11/2019 às 20h50m
COMUNICADO

Nesta quarta-feira, 20, o apresentador Gugu Liberato sofreu um acidente (uma queda) em sua casa em Orlando e encontra-se internado em observação.

Gugu está na Unidade de Terapia Intensiva e vivo, sendo acompanhado pela equipe médica local. As informações que circulam sobre uma suposta morte do apresentador são inverídicas.

Os familiares de Gugu chegaram a Orlando por volta das 19h30 desta quinta-feira e irão conversar pessoalmente com a equipe médica.

De acordo com os procedimentos do hospital, somente amanhã, sexta-feira, um boletim médico será divulgado primeiramente à família.

Assim como todos os familiares, amigos, fãs e profissionais de imprensa, estamos confiantes em sua recuperação e agradecemos as manifestação de apoio.

Voltaremos a informá-los. Contamos com a compreensão de todos.

Esther Rocha
Assessoria de Comunicação Gugu Liberato

Um terceiro comunicado veio a confirmar o falecimento do Gugu:

NOTA DE FALECIMENTO

Este é um momento que jamais imaginamos viver. Com profunda tristeza, familiares comunicam o falecimento do pai, irmão, filho, amigo, empresário, jornalista e apresentador Antônio Augusto Moraes Liberato (Gugu Liberato), aos 60 anos, em Orlando, Florida, Estados Unidos.

Nosso Gugu sempre viveu de maneira simples e alegre, cercado por seus familiares e extremamente dedicado aos filhos. E assim foi até o final da vida, ocorrida após um acidente caseiro.

Ele sofreu uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando fazia um reparo no ar condicionado instalado no sótão. Foi prontamente socorrido pela equipe de resgate e admitido no Orlando Health Medical Center, onde permaneceu na Unidade de Terapia Intensiva, acompanhado pela equipe médica local.

Na admissão deu entrada em escala de *Glasgow de 3 e os exames iniciais constataram sangramento intracraniano. Em virtude da gravidade neurológica, não foi indicado qualquer procedimento cirúrgico. Durante o período de observação foi constatada a ausência de atividade cerebral. A morte encefálica foi confirmada pelo Prof. Dr. Guilherme Lepski, neurocirurgião brasileiro chamado pela família, que após ver as imagens dos exames em detalhes, confirmou a irreversibilidade do quadro clínico diante de sua mãe Maria do Céu, dos irmãos Amandio Augusto e Aparecida Liberato, e da mãe de seus filhos, Rose Miriam Di Matteo.

Ainda não temos detalhes sobre o traslado para o Brasil. Informações sobre velório e sepultamento serão passadas assim que tudo estiver definido.

Ele deixa três filhos, João Augusto de 18 anos e as gêmeas Marina e Sophia de 15 anos.

Atendendo a uma vontade dele, a família autorizou a doação de todos os órgãos.

Gugu sempre refletiu sobre os verdadeiros valores da vida e o quão frágil ela se revela. Sua partida nos deixa sem chão, mas reforça nossa certeza de que ele viveu plenamente. Fica a saudade, ficam as lembranças - que são muitas - e a certeza que Deus recebe agora um filho querido, e o céu ganha uma estrela que emana luz e paz.

Familiares e funcionários

São Paulo, 22 de novembro de 2019

* Escala Glasgow de 3 - usada para medir a consciência e a evolução das lesões cerebrais em um paciente.

Quarto comunicado com informações sobre o velório:

COMUNICADO GUGU LIBERATO

Seguem novas informações sobre traslado e velório de Gugu Liberato:

  • Ainda não temos a data da chegada do corpo ao Brasil. Todo esse processo está seguindo os tramites legais. Acreditamos que antes de quarta-feira isso não ocorrerá.
  • Atendendo a uma vontade sua, todos os órgãos do apresentador foram doados. Segundo informações da equipe médica responsável, essa doação poderá beneficiar até 50 pessoas.
  • O velório acontecerá na assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e será aberto ao publico para que possam se despedir de Gugu. A data ainda não foi definida.
  • Gugu será sepultado no jazigo da família no Cemitério Getsêmani, em São Paulo.

Assim que novas informações estiverem disponíveis, informaremos prontamente.

Mais uma vez agradecemos o carinho e respeito de todos os amigos da imprensa.

Esther Rocha
Assessoria de Comunicação
São Paulo, 23 de novembro de 2019

Repercussão Jurídica

O EUA é um dos países campeão de ações legais relativas aos direitos do consumidor:

  • Philip Morris condenada a pagar $28Mi
    Uma mulher com câncer alegou que ficou doente devido ao hábito de fumar e que a empresa não alertou sobre os riscos.
  • Owens Corning condenada a pagar $1,2Bi
    A ação afirmava que os produtos de construção à base de asbesto causavam câncer.

Para se proteger de eventuais punições, as empresas costumam colocar todo tipo de aviso em seus produtos. Em alguns casos, esses avisos inclusive parecem exagerados e desafiam o bom senso:

  • "Não use para secar animais de estimação.", manual de micro-ondas.
  • "Atenção! Isto não é roupa íntima. Não tente vestir como calça.", manual de relógio de pulso.
  • "Não tente parar a serra com as mãos ou as genitálias.", manual de motosserra.

Dessa forma, é estranho as construtoras ainda não terem o hábito de colocar avisos nos sótãos. Inclusive porque esse tipo de acidente ocorre com certa regularidade por lá, mesmo entre profissionais do setor, e não apenas com estrangeiros desinformados:

Eventualmente uma sinalização de piso frágil poderia evitar vários acidentes desse tipo. No entanto, o motivo das construtoras não colocarem esse tipo de sinalização ainda é desconhecido.


Sinalização que eventualmente poderia ter salvado a vida de Gugu Liberato.


Leitura Adicional

Comments  •  0